Uma notícia bombástica, e longe de ser comprovada, criou muito constrangimento aos envolvidos e muito interesse da comunidade masculina esta semana. Uma suposta lista, de uma cafetina famosa, vazou na internet. Até aí tudo bem, porém, nessa lista, constam os supostos valores que algumas famosas cobram por programas sexuais.

Segundo a lista, o valor do programa da Juliana Salimeni (Juju Ex-Panicat), custa a bagatela de 10 pilas! Há ainda Carol Dias, Andressa Urach e coelhinhas da Playboy na lista.

A informação foi divulgada pelo colunista carioca Leo Dias, do Jornal O Dia. Quem repassou a lista ao jornal, segundo o colunista, foi uma mulher que atende pelo nome de “Mirley”, e que os encontros sexuais acontecem em uma fazenda em Colombo, região da grande Curitiba, no Paraná. A cafetina, conhecida como “baronesa do sexo”, já teria sido presa por questões relacionadas a prostituição, relata o colunista.

A coluna entrou em contato com André Reginato, empresário de Juju Salimeni, que pediu a listagem para encaminhar para o departamento jurídico de sua empresa. Por telefone, ele se mostrou indignado. “Isso não tem cabimento. A Juliana não tem tempo nem para fazer os trabalhos que são solicitados. Imagina para fazer programa?! Nossa agenda está fechada até dezembro”, disse.

A coluna também ligou para Natalia, que riu da situação. “Já tinha uma pessoa usando as minhas fotos no Rio e em São Paulo. O que eu posso dizer de tudo isso? Liga, marca e espera para ver o que vai chegar na sua casa”, afirmou.