Confira em fotos e vídeos como foi a Slow Brew em Campos do Jordão – Parte I



slow-brew-campos-jordao-cervejeiros

A Fila

Ao chegarmos próximo ao Campos do Jordão Convention Center, por volta das 13:30h, já dava para avistar a fila que se formava. Fila essa que deve ter durado horas, pois quando chegamos na primeira vez, junto com o pessoal da Cerimônia do Barril já tinha fila (perto de 12h). Caso não tenha visto o post com fotos e vídeos da Cerimônia do Barril clique aqui. Nós fomos almoçar e quando voltamos a fila ainda estava lá.

Fila na entrada da Slow Brew Campos do Jordão

Como o clima estava agradável, próximo aos 14 graus, e haviam árvores, ninguém reclamava dessa fila. Também tenho que ser sincero que a fila andava rápido. Coisa de 15 minutos estávamos credenciados e com copo na mão. Mas fica a dica para, nos eventos futuros, o pessoal simplificar a burocracia. Afinal, se estivesse chovendo, o bicho ia pegar!

O lado bom da fila, por incrível que pareça tinha um lado bom, era o tempo agradável e os músicos dos barzinhos vizinhos ao local onde ocorreria o Slow Brew. Aliás, música ao vivo de qualidade nos bares em Campos foi uma unanimidade.

A Recepção

Já do lado de dentro do saguão, primeiramente tínhamos que passar pelo credenciamento. Munidos de documento oficial com foto e comprovante de inscrição do Slow Brew, ganhávamos uma caneca para degustarmos as cervejas artesanais, juntamente com um guia contendo as cervejarias e as especialidades que trouxeram para o evento.

Slow Brew Campos do Jordão – Credenciamento
Slow Brew Campos do Jordão – Caneca e Guia na mão!

Eu já havia conferido pelo site oficial da Slow Brew e também pelas redes sociais, algumas cervejarias e as suas respectivas criações para o festival. Então boa parte do meu roteiro cervejeiro já estava montado, caberia incluir alguma novidade e também atento aos comentários dos slowers.

Sou um amante das cervejas de trigo. Se pudesse, iria num encontro apenas com rótulos weiss. Então não é difícil imaginar por onde comecei a degustação, aproveitando que o fígado ainda estava tranquilo, e o paladar operando sem avarias.

A orientação da organização do Slow Brew, e também do bom senso dos participantes, era para as cervejas que nunca experimentou pedir apenas meio copo, ou até menos. Assim, caso não gostasse, evitaria desperdício. Há rótulos que demoram meses para ficarem prontos, e jogando fora, um slower poderia deixar de experimentá-lo por ter acabado.

Se gostar, ou já conhecer a especiaria, poderia tomar a cerveja à vontade, quantas vezes aguentasse.

A minha primeira parada, casualmente era na ponta do corredor, foi a Cervejaria Fürst. O meu alvo aqui era a Catalina Weiss. Cerveja de trigo muito saborosa.

Slow Brew Campos do Jordão – Cervejaria Fürst
Slow Brew Campos do Jordão – Cervejaria Fürst – Especialidades

growlers-slow-brewNa sequência comecei a sapear entre os stands cervejeiros, bebericando minha Catalina, explorando os diferentes ambientes e procurando por amigos cervejeiros. Também vi que muitas cervejarias possuem belíssimos exemplares de Growlers. Pra quem não conhece, Growlers são garrafas (vidro ou cerâmica) que lembram uma moringa de água, onde os amantes da cerveja geralmente levam até sua cervejaria preferida para encher e levar para casa.

Os Growlers em exposição na Slow Brew eram tão bonitos, que deu até vontade de começar uma coleção pra decorar minha casa.

Slow Brew - Um dos corredores cervejeiros
Slow Brew – Um dos corredores cervejeiros

Os Shows

Ainda perambulando, fui conferir o auditório onde aconteceriam os shows da Slow Brew. Lembra o que disse linhas acima sobre a qualidade das apresentações musicais nos bares de Campos do Jordão? Pois isso se estendeu ao palco do Slow Brew. A banda John John Blacksmit subiu ao palco ainda no começo do Festival, quando o pessoal estava correndo atrás das cervejas, deixando o espaço um pouco vazio. Mas mostrou que tem muito talento! Confira um trecho.

No próximo post continuarei mostrando em fotos e vídeos, as cervejas no festival Slow Brew Campos do Jordão. Clique aqui e confira!


Deixe o seu comentário:

Pitacos