Hacker matricula aluna nota 1000 do ENEM em Produção de Cachaça



Os pingaiadas do curso de Produção de Cachaça tiverem, ao menos por algumas horas, a presença de uma gatíssima na lista de matriculados no curso. E não é só beleza. A moça foi quem tirou nota 1000 no ENEN (Exame Nacional do Ensino Médio).

A história: Tereza Gayoso, de 23 anos, tirou nota máxima na redação do ENEM, mas por uma brecha de segurança no site do SISU (Sistema de Seleção Unificada), hackers fizeram a inscrição dela no curso de Produção de Cachaça, no Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, em Salinas.

“Quando vi, não acreditei. Minha conta foi hackeada e, por isso, me matricularam em um curso de produção de cachaça. É muita maldade de quem fez isso”, conta Tereza em entrevista para a revista Veja. Ela, na verdade, tentava uma vaga em medicina.

O IFNMG reprovou a atitude dos hackers, e reiterou que os alunos da instituição também merecem respeito, já que a atitude foi alvo de piadas nas redes.

Fica aqui nosso abraço para as mentes universitárias que se ocupam em deixar os nossos dias “mais alegres”! Cheers!


Deixe o seu comentário:

Pitacos